h1

I dont mind steal bread from the mouth of decadence

julho 26, 2008

(…) Oh, podem estar certos de que Colombo foi feliz não no momento em que descobriu a América mas quando estava descobrindo; podem estar certos de que o momento mais elevado da felicidade foi, talvez, exatamente três dias antes do descobrimento do Novo Mundo, quando a tripulação rebelada, tomada de desespero, por pouco não mudou o curso do navio de volta para a Europa! Aí a questão não está no Novo Mundo, embora ele tenha se arruinado. Colombo morreu quase sem vê-lo e, no fundo, sem saber o que havia descoberto. A questão está na vida, apenas na vida – no seu descobrir-se, contínuo e eterno, e de maneira alguma na sua descoberta! (…)
Dostoiévski

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: