h1

Comes and Goes (In Waves)

outubro 28, 2008

Sou uma pedra…

Sou uma ilha…

Esse é o mantra de quase todo cirurgião que já conheci.

Gostamos de pensar que somos independentes.

Solitários. Dissidentes. Que tudo que precisamos

para fazer nosso trabalho é uma S.O., um bisturi e um corpo.

Mas a verdade é que nem o melhor consegue sozinho.

A cirurgia, como a vida, é um esporte de equipe.

Eventualmente, você tem que levantar do banco e decidir:

em que time você joga?

O problema de escolher times na vida real

é que não tem nada a ver com a escolha da aula de ginástica.

Ser a primeira escolha pode ser aterrorizante.

E ser escolhido por último…

não é a pior coisa do mundo.

Então assistimos da lateral do campo.

Apegados ao nosso isolamento.

Pois sabemos que assim que saímos do banco…

Alguém chega e muda o jogo completamente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: