Posts Tagged ‘Stormy Weather’

h1

Don’t know why There’s no sun up in the sky Stormy weather

julho 4, 2010

Mas, de alguma forma, parece que estamos sempre falando do passado.

O passado não me interessa.

E o presente? Mal posso esperar que acabe.

É uma ‘fossa total’!

Bom, esta noite é uma exceção.

O quê?

Essa noite, sim! O presente, não!

Vamos beber a essa noite!

A essa noite.

Se o passado não conta e o presente é uma ‘fossa total’, e o futuro?

Que futuro? Cuba pode nos mandar pelos ares.

A morte é o futuro. Desculpe. Não quis ser deprimente.

Não é deprimente. É verdade. Pode não ser seu futuro imediato, mas é o que todos compartilham.

O futuro é a morte.

Acho que está certo.

Se alguém não gosta do presente, não há muita chance do futuro ser melhor.

É, já pensei nisso. Mas a verdade é que nunca se sabe.

Veja essa noite. Na verdade… Me sinto sozinho a maior parte do tempo.

Mesmo?
Sim.

Sempre me senti assim.

Nascemos sozinhos, morremos sozinho.

E enquanto estivermos aqui, estaremos totalmente vedados nos próprios corpos.

Realmente estranho.

Pensar nisso me deixa louco.

Só podemos vivenciar o mundo exterior através da percepção parcial que temos.

Quem sabe o que realmente gosta?

Só vejo o que acho que você gosta.

Sou exatamente o que aparento ser. Se olhar bem de perto.

A única coisa que fez a tudo valer a pena foram aquelas poucas vezes que fui capaz de me conectar de verdade com outra pessoa.

Tive uma intuição sobre o senhor.

– Teve?
– Sim, senhor.

De que você pode ser um verdadeiro romântico.

Sabe, todo mundo sempre diz que, quando se está mais velho, terá toda essa experiência, como algo fantástico.

Grande merda, a cada dia nos tornamos mais insensatos.

– Mesmo?
– Definitivamente, sim.

Então toda sua experiência é inútil?

Eu não diria isso.

Como diz Sr. Huxley: (Aldous Huxley, “After Many a Summer”)

“A experiência não é o que acontece ao homem, é o que homem faz com que aconteça a ele.”

h1

Stormy Weather

maio 7, 2008


To be, or not to be, that is the question:
Whether ’tis nobler in the mind to suffer
The slings and arrows of outrageous fortune,
Or to take arms against a sea of troubles
And by opposing end them.(…)

W. Shakespeare